História

por admin última modificação 28/05/2019 14h22
Tupirama é um município brasileiro do estado do Tocantins.

Tupirama

Localização: região noroeste
Área: 712 Km²
Distância a Palmas: 200 km
Aniversário do município: 26 de maio

 

Histórico O território do município de Tupirama, de aproximadamente 712,20 km² (setecentos e doze e vinte) quilômetros quadrados, tem como limites: norte e oeste o município de Guaraí, servindo como divisa naturais, os ribeirões tranqueira e Tranqueirinha; ao sul com rio dos bois, a sudoeste o município de Fortaleza do Tabocão; ao leste e sudoeste, o município de Pedro Afonso, a nordeste os municípios de Santa Maria e Bom Jesus do Tocantins, servindo como divisor natural, o rio tocantins.

Solo: O município de Tupirama é composto por terras arenosas na sua maioria; possui relevos de planíces ao longo do rio Tocantins, apresentando elevações como morros e morrotes de pouca altura no interior.

Florestas: O município de Tupirama não possui florestas, fica na concepção de bosque, capões, pequenas matas ciliares ao longo dos rios, ribeirões e riacho. É expressiva a vegetação de palmeiras, onde se destacam, o babaçu, o buriti, o anajá, a bacaba, a buritirana, a piaçava, o pati e outras de menor expressão.

Frutas Silvestres: O município é rico em espécies frutíferas silvestres espécies florestais típicas do cerrado e de matas ciliares, como: cajuí, puçá, cagaita, bacupari, pequi, ata-de-raposa, mangaba, oiti, mirindiba, maçaranduba, maracujá-de-brejo, buriti, bacaba, buritirana, babaçu, piaçava, tingui, inharé, e outras.

Mineral: O município possui pouca expressão em minérios, destacando-se ocorrência de ouro e diamantes em alguns dos seus rios e algum de pedra-cal,além de manifestações de calcários.

Recursos Hídricos: O município é riquíssimo em recursos hídricos, daí sua vocação natural,e excelência para a agricultura irrigada. Suas terras quase sempre são planas e cortadas por um ou outro recurso d'água, o que facilita a introdução de tecnologia agrícola para a produção em larga escala.

Gentílico: tupiramense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Tupirama, pelo decreto-lei estadual nº 1233, de 31- 10-1938, com território desmembrado do distrito de Miracema (ex-Bela Vista), subordinado ao município de Santa Maria do Araguaia. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Tupirama, figura no município de Santa Maria do Araguaia. Pelo decreto-lei estadual nº 8305, de 31-12-1943, o município de Santa Maria do Araguaia passou a denominar-se Araguacema. No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o distrito de Tupirama, figura no município de Araguacema. Elevado à categoria de município com a denominação de Tupirama, pela lei estadual nº 737, de 22-06-1953, desmembrado de Araguacema. Sede no antigo distrito de Tupirama. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1954. Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960. Pelo projeto de lei nº 11, de 16-04-1959, é criado o distrito de Mirandópolis e anexado ao município de Tupirama. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, município é constituído de 2 distritos: Tupirama e Mirandópolis. Pela lei estadual nº 1177 de 05-11-1968, o município de Tupirama tomou a denominação de Guaraí (mudança de sede), passando Tupirama à condição de distrito do município de Guaraí. Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, Tupirama figura com distrito de Guaraí. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1991. Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Tupirama, pela lei estadual nº 677, de 26-05-1994, desmembrado do município de Guaraí. Sede no antigo distrito de Tupira. Constituído do distrito sede. Reinstalado em 01-01-997. Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município me constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Mudança de sede Tupirama para Guaraí, alterado pela lei estadual nº 1177 de 05-11-1968.

Em 1915 estabeleceram - se à margem esquerda do Rio Tocantins, em frente à cidade de Pedro Afonso - TO, o senhor Julião Gonçalves e sua família. Em 1922, chega também a essa localidade o senhor Antônio Miranda Inhô, Constâncio Gomes, José Lacerda e Olinda Lacerda. Outras familias logo se juntaram vindas do Maranhão, Ceará, Bahia, Pernambuco e Pará, formando a Vila.

        O povoamento que deu origem a Tupirama começou a se formar em 1937, com a chegada de Leôncio de Souza Miranda, que migrou a cidade de Pedro Afonso por competição Comercial. O local recebeu o nome de Trindade, em homenagem às três famílias acima supracitadas. Em 1938, Trindade foi elevada à categoria de Vila pela Prefeitura de Araguacema, e logo depois passou a se chamar Vila de Tocantinópolis.

        As primeiras casas comerciais foram estabelecidas pelos senhores Leôncio de Sousa Miranda, Temístocles Dias de Astolfo Valadares (subprefeito de Araguacema).

        Com o crescimento da população surgiu a necessidade de uma escola, e por influência do Senhor Leôncio de Souza Miranda foi nomeado o jovem Felinto Pereira de Lacerda para ser o primeiro professor de Trindade. A escola foi batizada com o nome de Escola Reunida de Trindade.

        Em 28 de fevereiro de 1953, o então prefeito de Araguacema, senhor Onildo Horácio Cunha conseguiu recursos para a construção do Grupo Escolar Murilo Braga, logo depois foi substituido pelo nome de Grupo Escolar Maria da Glória, em homenagem a mãe de Leôncio de Souza Miranda, então prefeito de Tupirama.

         Em 22 de junho de 1953 foi votada a aprovada a Lei nº. 838, elevando a Vila de Tocantinópolis à condição de municipio,que passou a chamar Tupirama. A cidade foi instalada em 1º de janeiro de 1954, sendo nomeado para 1º prefeito, pelo então Governador Dr. José Feliciano Ferreira, o senhor Antônio Miranda Inhô, para administrar a cidade por 01(um) ano.

         Nas eleições de 1955 o senhor Antônio Alencar Leão foi eleito democraticamente, pelo partido UDN - União Democrática Nacional, em voto direto, governando o municipio até 1958. Realizou várias obras, como o mercado municipal, a sede da prefeitura, que foi demolida pela enchente do Rio Tocantins em 1980; construiu pontes, estradas, escolas, posto de saúde, colocou energia elétrica e meios de comunicação.

         Em 1959 a 1960 Leôncio de Souza Miranda foi eleito Prefeito pelo partido PSD - Partido Social Democrático. Pouco realizou em obras, Leôncio preocupou - se mais com os aspectos politicos do municipio. De 1961 a 1966 Pacifico Silva foi eleito também democraticamente para prefeito pelo mesmo partido de Leôncio.

         O senhor José Reis Cavalcante, conhecido por José Políbio, genro de Julião Gonçalves, foi candidato único e governou Tupirama de 1966 a 1969. em 1970 o senhor Osvaldo Dantas de Sá, motorista de Antônio Alencar Leão, foi eleito pelo partido PSD a prefeito de Tupirama. Este morava no povoado de Guará, que logo foi substituido pelo nome de Guaraí, que ficava às margens da recém chegada BR 153, e em seu primeiro ato  mudou a sede do municipio  de Tupirama para Guaraí, estimulando as pessoas que ali residiam para mudarem e construirem suas casas nesta nova localidade.

         Com isso a sede do municipio é transferida para Guaraí (pela Lei Estadual nº 7.177, de 05 de novembro  de 1968), onde Tupirama fica subordinada e rebaixada a condição de Distrito. Em 1980, um episódio marca sua história: uma grande enchente do Rio Tocantins destruiu maioria dos domicilios de Tupirama, mas varias familias insistiram em ficar. Sucederam a Osvaldo Dantas de Sá outros prefeitos  e todas essas autoridades politicas não preocuparam com Tupirama, a pobreza e a miséria eram absolutas.

         Entretanto, ali permaneceram João Barbosa, Olavo Pinto, Francisco Fernandes, Policarpo Lacerda, Antônio Sapateiro, Pedro Gaveta, João Comerciante, João Cunha, Maria das Graças Gomes de Melo, Luiza Gomes de Melo e outras famílias.

         Na primeira administração de Carlos da Silveira (Carlitão) foi contratado o senhor Floriano Silva como zelador para o Distrito de Tupirama, quando deveria tê - lo nomeado administrador do Distrito de Tupirama. De seu parco salário que mal dava para o sustento de sua família tirava para despesas do Distrito, como a travessia dos estudantes para Pedro Afonso, limpeza das ruas e de prédios públicos.

          Manoel de Paula Bueno nomeou um correligionário político, o senhor Antônio Costa como vice - prefeito para o Distrito de Tupirama, onde veio com sua esposa Vânia Pereira de Souza (filha de Tupirama) e se instalaram no Mercado Municipal (Distrital) pois não havia outro móvel disponível.

           Em 1991, na Estância Santa Clara o senhor Edimar Gomes de Melo, Rosa Alves, Sizenando Alves Brito , Olavo Pinto, Pedro Gaveta, João Comerciante, Joaci, Maria Gomes Cerqueira, João, Nercy Lacerda, Senador João Rocha, Senador Carlos do Patrocínio, Deputado Freire Junior, Deputado Federal Edmundo Galdino, onde formaram uma grande corrente para a emancipação de Tupirama.

           Em 1992 o Senhor Carlos da Silveira ( Carlitão) é eleito para prefeito de Guaraí, que ao tomar posse nomeia o técnico  agrícola Orlei Brito Alves a Administrador de Tupirama.

            Edimar Gomes de Melo e Hider Alencar elaboraram o projeto a ser encaminhado para votação  na Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins. O projeto teve o apoio de Maria das Graças Gomes de Melo que colheu as assinaturas dos moradores eleitores do Distrito, como também Nezinho alencar e Marcelo Miranda, neto do ex-prefeito Leôncio Miranda. O projeto foi aprovado por unanimidade, mas o então Governador Moisés Avelino veta o projeto . Com isso o senhor Hider fez um excelente trabalho junto aos seus colegas deputados e a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins derrubou o veto de Moisés Avelino e o município de Tupirama é aprovado.

             Em 03 de outubro de 1993 o eleitor tupiramense realizou um plebiscito, votaram "SIM" em favor da emancipação de Tupirama. Já em 26 de maio de 1994, o Governador Moisés Nogueira Avelino sanciona no Palácio Araguaia a  Lei nº 667 que cria definitivamente o município de Tupirama, que foi instalado em 1º de janeiro de 1997 com a posse do Prefeito Orlei Brito Alves. Administrando de 1997 a 2000 em seguida elegendo seu sucessor Miguel Ramos Avelino que administrou de 2001 a 2004. Com a eleição de 2004 Orlei é eleito novamente  para a gestão de 2005 a 2008.

             Pessoas que contribuiram para a emancipação de Tupirama: Drª Willamara Leila de Almeida - Juiza da Comarca de Guaraí; Manoel de Paula Bueno - prefeito de Guaraí; Antônio de Sousa Aguiar - prefeito de Pedro Afonso; Câmara de Vereadores de Pedro Afonso; Câmara de Vereadores de Guaraí (gestão de Bueno e Carlitão, especialmente o vereador Sebastião Costa - Tião e Sabóia); o senhor Julio Resplande de Araújo - Comandante da Policia Militar; Delegacia Regional  da SSP - Guaraí; Drª Nelziré Venâncio; Dr Pedro Nilo Gomes Wanderley - Delegado Municipal de Polícia.

BANDEIRA DE TUPIRAMA

               Com a transferência de sua sede para Guaraí, Tupirama perdeu além do seu nome, seu símbolo, sua bandeira, seu hino, sua memória e seu referêncial pátrio. Tupirama renasceu das cinzas e das injustiças do então prefeito Osvaldo Dantas de Sá, da lama da enchente dos rio Tocantins e do isolamento de mais de 30 anos, com um simbolo novo, que invoca seu céu, suas estrelas, seu sol, seus rios, sua florestas, e sua vocação pela paz, representada pela faixa branca de sua nova bandeira.

               Em 03 de outubro de 1993 foi hasteada pela 1º vez a nova bandeira, pela Juiza da Comarca de Guaraí - Williamara Leila Almeida, que presidiu a eleição Plebicitária pela emancipação de Tupirama. O ato ocorreu em frente a sede do Comitê Pro Emancipação de Tupirama, às 17:30, logo após o resultado da emancipação.

                Em 04 de junho de 1994 foi realizado o 1º Encontro das Lideranças Produtoras e Comunitárias do municipio de Tupirama, com a presença de autoridades estaduais e locais, onde foi hasteada pela 2º vez a Bandeira tupiramense.

DENSIDADE DEMOGÁFICA:
1,7 habitantes/km²
ÁREA TERRITORIAL:
712.20 km²
DATA DE CRIAÇÃO:
26  de maio de 1994
COORDENADAS DA SEDE: 
 -48º 11`16,80`` Longitude
-8º58`22,80`` Latitude